Após abrir em alta, Bolsa tem volatilidade e cai

Às 15h13, o Ibovespa registrava desvalorização de 0,95%, aos 64.185 pontos

Beth Moreira, da Agência Estado,

26 de agosto de 2010 | 12h08

A Bovespa opera com volatilidade nesta quinta-feira, 26, tentando se recuperar das quedas dos últimos dias, com investidores de olho em oportunidades de compra. O movimento, no entanto, é limitado, já que o mercado aguarda a divulgação do PIB americano amanhã. 

 

Às 15h13, o Ibovespa registrava desvalorização de 0,95%, aos 64.185 pontos, após alcançar a máxima de 65.271 pontos (+0,72%) e a mínima de 64.141 pontos (-1,02%). O giro financeiro era de R$ 3,63 bilhões, com previsão de R$ 6,31 bilhões para o fechamento. No mesmo momento, o Dow Jones registrava queda de 0,64%, enquanto o S&P 500 também recuava 0,64%.

 

A queda menor que o esperado do número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego ajudou a trazer alento, mas as atenções estão voltadas para o posicionamento do Federal Reserve (Fed, banco central  americano) amanhã, após uma sucessão de indicadores decepcionantes do país.

 

Os papéis PNA da Braskem lideravam a lista de maiores altas do Ibovespa, dando continuidade a trajetória de alta vista desde o início da semana, quando investidores se posicionaram no papel com análises gráficas indicando boa oportunidade de compra para a ação. "A divulgação de notícias positivas sobre a empresa nesta semana deu ainda mais força a esse movimento", avalia o operador de mesa da Um Investimentos Paulo Hegg. 

 

Vale e siderúrgicas

 

Após dias seguidos de queda, as ações da Vale ensaiam uma recuperação, acompanhando a correção dos metais no mercado internacional. Há pouco, os papéis PNA subiam 0,05%, mas os ON registravam queda de 0,43%. 

 

As siderúrgicas operam com direções divergentes com. Operadores lembram que várias corretoras e bancos rebaixaram a recomendação para Usiminas nas últimas semanas. Ontem foi a vez do JP Morgan, que reduziu a recomendação para as ações da siderúrgica de "neutral" para "underweight", citando o aumento da pressão de custos e da concorrência, com o crescimento das importações.

 

Petrobrás

 

Após figurarem em alta mais expressiva e entre as maiores valorizações do Ibovespa, as ações da Petrobrás perderam força. Há pouco os papéis PN caíam 0,50% e os ON recuavam 1,48%.

 

Ontem as ações da empresa registraram forte volume de negociação no after market, reagindo a rumores de que o preço do barril do petróleo para a cessão onerosa da União à companhia poderia ser divulgado na noite de quarta-feira, o que não aconteceu. O giro financeiro com a Petrobras PN foi de R$ 23,102 milhões, bem acima do valor movimentado no dia anterior (R$ 7,679 milhões) na mesma ação.

 

(Texto atualizado às 15h19)

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaValePetrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.