Após anúncio do Fed, Bolsa diminui perdas

Às 15h40, o principal índice da Bolsa paulista registrava desvalorização de 0,11%, aos 68.115 pontos

Beth Moreira, da Agência Estado ,

21 de setembro de 2010 | 11h59

A Bovespa continua a operar em queda nesta terça-feira, 21, mas o recuo diminuiu após o Federal Reserve - banco central dos EUA - manter o juro na faixa entre zero e 0,25%. Às 15h40, o principal índice da Bolsa paulista registrava desvalorizaçãode 0,11%, aos 68.115 pontos, após alcançar a mínima de 67.528 pontos.

O giro financeiro era de R$ 2,9 bilhões, com previsão de R$ 5,80 bilhões para o fechamento. No mesmo momento, o Dow Jones operava estável (0,10%), enquanto o S&P 500 cedia 0,38%.

As ações da Petrobrás continuam sob o holofote dos investidores. Após abrir o pregão em alta, as ações preferenciais da companhia inverteram o sinal. A expectativa é de grande volatilidade para os papéis da empresa nessa reta final da oferta pública de ações da companhia. Há pouco, Petrobrás PN recuava 0,92%% e ON cedia 1,59%, esta entre as maiores baixas do Ibovespa.

Os interessados em participar da operação têm até amanhã para reservar a quantidade de papéis desejada. Os atuais acionistas da estatal tiveram até o último dia 16 para garantir seu direito de preferência na operação. O bookbuilding (formação de preço do papel) acontece na quinta-feira, quando será conhecido o preço por ação e a quantidade efetiva de demanda.

Vale PNA sobe 0,56% e ON, 0,94%. Mais cedo os metais básicos operavam, na grande maioria, em baixa, com o apetite dos investidores contido pela perspectiva dos feriados na China (de amanhã a sexta-feira) e no Japão (quinta-feira) e pelo resultado da reunião do Fed esta tarde em Nova York.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaValePetrobrásFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.