Após avanços nas negociações nos EUA, petróleo sobe

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em alta nesta quarta-feira, 16, impulsionados pelos avanços nas negociações no Congresso dos Estados Unidos para encerrar o impasse fiscal. A paralisação do governo, que já dura 16 dias, tem afetado a demanda pela commodity.

AE, Agencia Estado

16 de outubro de 2013 | 16h57

O contrato de petróleo mais negociado, com entrega para novembro, ganhou US$ 1,08 (1,07%), fechando a US$ 102,29 o barril. Na plataforma eletrônica ICE, o barril de petróleo do tipo Brent para novembro, que expirou após o fechamento, teve alta de US$ 0,90 (0,82%), a US$ 110,86. O contrato para dezembro, que passou a ser o mais negociado, avançou US$ 1,17 (1,07%), para US$ 110,59 o barril.

Os líderes da maioria no Senado dos EUA, o democrata Harry Reid, e da bancada republicana na Casa, Mitch McConnell, anunciaram no início da tarde um acordo bipartidário para financiar a administração federal até 15 de janeiro e elevar o limite legal de endividamento até 7 de fevereiro. Além disso, o Tesouro manteria o poder de adotar medidas extraordinárias para evitar que o teto da dívida seja atingido, o que significa que esse prazo poderia ser estendido até pelo menos março de 2014. O financiamento da administração do país manteria os níveis menores de gastos que resultaram dos cortes automáticos de gastos adotados em março.

A votação no Senado deve começar por volta das 18 horas (de Brasília), e depois o projeto segue para a Câmara, mas não está claro se haveria tempo hábil para votá-lo ainda nesta quarta-feira. Nesta quarta-feira, a Associação Nacional das Construtoras de Casas (Nahb, na sigla em inglês) divulgou que o índice de confiança das construtoras norte-americanas caiu para 55 neste mês, do dado revisado de 57 em setembro. A previsão dos economistas consultados pela Dow Jones era de 57. Na Europa, o superávit comercial da zona do euro subiu para ? 7,1 bilhões em agosto, o maior para esse mês desde 2002.

Entretanto, o petróleo reduziu levemente os ganhos após o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) divulgar o relatório Livro Bege, que disse que a economia cresceu num ritmo de "modesto a moderado" em setembro e início de outubro, com "muitos" distritos apontando um aumento nas incertezas em função do impasse fiscal no Congresso.

Enquanto isso, com o Poder Executivo paralisado e a divulgação de importantes indicadores cancelada, os participantes do mercado devem ficar de olho no relatório semanal sobre estoques de petróleo do American Petroleum Institute (API), que sai às 17h30. Analistas esperam um aumento de 2,2 milhões de barris nos estoques de petróleo bruto na semana até 11 de outubro. "Mesmo com o API, os investidores devem evitar grandes apostas enquanto o relatório oficial do governo não sai", afirma o presidente da NationalFutures.com, John Person. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.