Após orientação do PBOC, yuan mantém valorização

O yuan reforçou a sua valorizou ante o dólar nesta sexta-feira, após o Banco do Povo da China (PBOC, o banco central do país) guiar a moeda chinesa para marcar uma nova valorização em meio à fraqueza do dólar nos mercados internacionais.

AE, Agencia Estado

16 de agosto de 2013 | 01h00

Há pouco, o dólar estava abaixo de 6,1108 yuans no mercado de balcão, superando o fechamento de quinta-feira em 6,1125 yuans, o nível mais baixo da moeda norte-americana na era moderna.

"A força do yuan está acompanhando o recuo do dólar no exterior. A moeda chinesa pode testar a resistência de 6,0000 até o final deste ano", avaliou um trader de um banco local em Pequim.

O trader acrescentou que o yuan continua em uma tendência ascendente em relação ao dólar, em função da forte demanda pela moeda chinesa pelas empresas.

Antes da negociação, o PBOC estabeleceu que a paridade central entre em 6,1666 yuans por dólar, abaixo da taxa de 6,1696 yuans por dólar no dia anterior. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
chinapboc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.