Após recorde de US$ 75,17 na 6ª feira, petróleo recua

Os contratos futuros de petróleo para junho registravam queda de 0,85%, para US$ 74,53 por barril, às 8h02, no sistema eletrônico da Nymex (New York Mercantile Exchange, a principal bolsa de energia e matérias-primas dos EUA). O recuo é atribuído a uma onda leve de realização de lucro, após os contratos terem subido 2% e fechado no recorde de US$ 75,17 por barril, na sexta-feira. Na sexta-feira, o contrato bateu o recorde de US$ 75,35 durante as negociações. Nesta manhã, a máxima do contrato até este horário foi de US$ 75,25, na Nymex. Segundo operadores, vendas de arbitragem de operadores que compraram petróleo e produtos mais baratos na Tokyo Commodity Exchange também pressionavam o petróleo na Nymex. A despeito da realização, os operadores mantêm intacta a perspectiva de alta para todo o complexo de petróleo e produtos associados. A tensão geopolítica em torno do Irã, a oferta reduzida e instável da Nigéria e a possibilidade de escassez de gasolina durante a temporada de verão nos EUA seguem como fatores de suporte para o petróleo. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

24 Abril 2006 | 08h12

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.