Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Asean deve receber mais fontes de financiamento para projetos de infraestrutura

A Malásia, disse neste sábado que a Associação das Nações do Sudeste Asiático, ou Asean, está oferecendo "plena cooperação" para criar o Banco de Desenvolvimento em Infraestrutura da Ásia, liderado pela China de modo a impulsionar o crescimento da região.

AE, Estadão Conteúdo

21 de março de 2015 | 08h57

O banco ganhou um apoio significativo recentemente, quando o Reino Unido, a França, a Alemanha e a Itália anunciaram planos para participar. Com uma capitalização inicial de US$ 50 bilhões, o banco visa financiar projetos de transporte rodoviário, ferroviário, portuário e de outros esforços de construção.

"Estamos esperando que a China venha com a estrutura e o modelo", disse o segundo ministro de Finanças da Malásia, Ahmad Husni Hanadzlah. Se for bem sucedido, "nós vamos ter mais fontes de recursos para infraestrutura no âmbito da ASEAN."

Husni falava numa entrevista coletiva após um encontro de três dias de ministros de Finanças da Asean e presidentes dos bancos centrais.

O Banco de Desenvolvimento estima que a Asean - um bloco de 10 nações que abrange desde Cingapura até Myanmar - requer US$ 60 bilhões anualmente para transporte rodoviário, ferroviário, energia, água, e outros projetos críticos de infraestrutura. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ÁsiaInfraestrutura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.