Assembleia da MPX aprova emissão de R$ 1,369 bi em debêntures conversíveis

Prazo de vencimento será de três anos contados da data de emissão, vencendo-se em 15 de junho de 2014

Agência Estado ,

22 de junho de 2011 | 17h06

Os acionistas da MPX Energia aprovaram hoje, em assembleia geral extraordinária (AGE), a proposta de emissão privada de debêntures conversíveis pela companhia, no valor total de R$ 1,369 bilhão. Serão emitidas 21.735.744 debêntures, em série única, com o valor nominal unitário de R$ 63,00. As debêntures renderão juros de 4% ao ano. O prazo de vencimento será de três anos contados da data de emissão, vencendo-se em 15 de junho de 2014.

De acordo com proposta da administração, o acionista controlador da MPX, Eike Batista, concordou em ceder parcial e proporcionalmente ao BNDESPar e à Gávea Investimentos seu direito de preferência para subscrição das debêntures conversíveis. Desta forma, o BNDESPar subscreverá as debêntures total de R$ 600 milhões e a Gávea e Eike Batista subscreverão, cada um, debêntures no montante de R$ 199,9 milhões.

As debêntures poderão ser convertidas, em sua totalidade, em novas ações ON de emissão da MPX, que terão os mesmos direitos e privilégios dos demais papéis ON existentes e em circulação da companhia, em até três anos contados a partir da data de emissão, com base num preço fixo e irreajustável de R$ 43,00 por ação.

Tudo o que sabemos sobre:
MPXdebênturesEike

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.