Ata do BC americano pode influenciar mercados

São Paulo, 29 de agosto - O mercado financeiro aguarda ansioso pela divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), quando a taxa de juros americana ficou inalterada. Um dos participantes da reunião (Jeffrey Lacker, presidente do Fed de Richmond) votou contra a decisão; ele preferia uma elevação na taxa. A ata deverá trazer informações sobre o debate entre os participantes, e assim dar subsídios aos investidores para que construam suas expectativas sobre a política econômica nos EUA. EUA/Fed - O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), divulga às 15 horas (de Brasília) a ata de sua última reunião, de 8 de agosto, quando a taxa básica de juros da economia norte-americana foi mantida em 5,25% ao ano. EUA/Discurso - O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) Bank de Dallas, Richard Fisher, discursa durante evento em San Antonio (Texas) às 14 horas (de Brasília). EUA/Confiança - Às 11 horas (de Brasília), a Conference Board divulga o índice de confiança do consumidor norte-americano de agosto. Em julho, o índice completo ficou em 106,5, o índice que mede a percepção sobre as condições atuais da economia estava em 133 e o índice de expectativa para o futuro era de 88,8. EUA/Varejo - A Instinet divulga às 9h55 (horário de Brasília) o relatório semanal Redbook, com o desempenho do comércio varejista na semana até 26 de agosto. Na semana anterior, o indicador subiu 0,3%. CMN/Reunião - O Conselho Monetário Nacional (CMN) realiza sua reunião mensal. O anúncio das medidas para reduzir o spread bancário, contudo, não acontecerá hoje, como estava previsto, informou ontem à noite o Ministério da Fazenda. As medidas serão anunciadas apenas no dia 5 de setembro. Copom/Reunião - O Comitê de Política Monetária (Copom) inicia reunião de dois dias para determinar se haverá alteração na taxa básica de juros da economia brasileira (Selic), hoje em 14,75% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.