Atividade industrial dos EUA pode confirmar desaceleração

São Paulo, 31 de julho - O foco dos investidores continua a ser a desaceleração econômica dos EUA. A divulgação, na sexta-feira, do PIB norte-americano do segundo trimestre fez os mercados aumentaram suas apostas de pausa na seqüência de altas na taxa básica de juros do país. Mas as expectativas ainda não são de consenso. Por isso, hoje os investidores estarão de olho em dois indicadores sobre a atividade industrial norte-americana, que podem confirmar ou não essa desaceleração. EUA/Indústria - A Associação dos Gerentes de Compras de Chicago divulga seu índice de atividade industrial regional referente a julho, às 11 horas. Em junho, este índice ficou em 56,5. Fed/Indústria - Às 11h30, o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de Dallas divulga o índice de atividade industrial regional de julho. No mês anterior, o índice estava em 38,1. Fed/Discursos - Às 12h45, a presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de São Francisco, Janet Yellen, fala sobre as condições da economia norte-americana e sobre a política monetária do Fed durante evento na Golden Gate University, em São Francisco. Mais cedo, às 9h10, o presidente do Fed de St. Louis, William Poole, fala sobre as oportunidades de comércio entre EUA e China durante evento em Louisville (Kentucky). FGV/Indústria - A Fundação Getúlio Vargas divulga, às 8 horas, a sondagem industrial de julho. BC/Focus - O Banco Central divulga, às 8h30, a pesquisa Focus, semanal, com as projeções do mercado para os principais indicadores da economia. EUA/Tesouro - Às 16 horas, o Tesouro dos EUA divulga suas necessidades de financiamento para o terceiro trimestre. Brasil/Balanços - As empresas brasileiras Lojas Renner, Marcopolo e Souza Cruz apresentam seus balanços financeiros referentes ao segundo trimestre do ano. EUA/Balanços - As companhias Avon e United Airlines, dos EUA, apresentam seus resultados financeiros do período de abril a junho deste ano. Europa/Balanços - Divulgam seus resultados do segundo trimestre de 2006 as companhias européias ABN Amro, Statoil, HSBC Holdings e Cesky Telecom (República Tcheca).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.