Banco avalia ações da Natura como acima da média

O banco de investimentos JP Morgan iniciou a cobertura das ações da fabricante de cosméticos Natura com recomendação "overweight" (com potencial de ganho acima da média do setor) e preço-alvo em 12 meses de R$ 30,00. A estimativa representa potencial de alta de 24% em relação ao fechamento da ação ontem, na Bolsa de Valores de São Paulo. Em relatório, os analistas do banco observam que a companhia "tem se beneficiado de um modelo de negócios sólido, com a ajuda da venda direta e fortalecimento dos gastos do consumidor no Brasil, o que impulsionou seu Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) em 41% nos últimos três anos". O banco prevê desaceleração no crescimento do Ebitda para a média de 24% ao ano nos próximos três anos. Essa performance, porém, ainda é superior à registrada pela maior parte das empresas do setor de consumo acompanhadas pelo JP Morgan. Ontem, a ação ordinária da companhia fechou em R$ 24,20 na Bovespa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.