Banco Central autoriza a criação do Banco Carrefour

O Banco Central (BC) autorizou o Carrefour a constituir um banco com carteiras de investimento e crédito e de financiamento e investimento. O banco, de acordo com comunicado divulgado hoje no Sistema de Informação do BC (Sisbacen), terá sede social em São Paulo e contará com capital inicial de R$ 19,5 milhões. No mesmo comunicado, o BC informou que deu ao Bradesco autorização para contratar 301 empresas para atuarem como seus correspondentes em todo o país.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2006 | 14h57

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.