Banco de investimentos eleva preço-alvo da Suzano papel

O banco UBS elevou o preço-alvo das ações da Suzano Papel, de R$ 25,00 para R$ 30,00, citando a perspectiva de alta na produção de celulose com a entrada em operação de uma nova unidade. A recomendação de compra 2 foi mantida. Em relatório, o analista Edmo Chagas avalia que a companhia tem espaço para negociar nos mesmos termos que as concorrentes mais conhecidas, como Aracruz e Votorantim Celulose e Papel (VCP). Atualmente, a ação do grupo é negociada com múltiplo EV/Ebitda (relação valor da empresa/ geração operacional de caixa) de 7 vezes. "Embora ainda não tenha ADRs (American Depositary Receipts) ou publique seus balanços em US GAAP (padrão de contabilidade norte-americano), acreditamos que a Suzano tem feito progressos em governança corporativa", de acordo com o banco de investimentos. As informações são da Dow Jones. Os ADRs são títulos de empresas estrangeiras negociados na Bolsa de Nova York e o EV/Ebitda aponta o retorno esperado sobre o valor da companhia levando em conta apenas aspectos operacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.