Banco Real vende carteira com dívidas por R$ 1,6 bi

O Banco Real anunciou a venda de uma carteira de créditos vencidos por R$ 1,6 bilhão para a empresa americana Credigy. A transação, feita na quarta-feira por meio de leilão, inclui dívidas do cheque especial, cartão de crédito, empréstimos, financiamentos e renegociações de mais de 760 mil clientes da instituição sem pagamento há mais de 360 dias.O banco já havia feito no início do ano uma venda de R$ 40 milhões referentes a cartões de crédito private label (com marca própria) e, em agosto, de créditos corporativos no valor de R$ 900 milhões. Segundo o superintendente de Recuperação de Crédito do Real, Otávio Lourenção, o dinheiro conseguido no leilão vai reforçar a oferta de crédito do banco no País.Além disso, agora a instituição vai focar suas atenções nos casos de inadimplência de menor tempo. Ele afirmou que a liquidação será feita na semana que vem, mas não vai influenciar em nada o balanço do banco.O leilão, que contou com a participação de cinco instituições não reveladas pelo banco, foi estruturado pela consultoria KPMG, durante quatro meses. Segundo o diretor da empresa, Salvatore Milanese, transações como essa devem crescer no País.Com o avanço do crédito, a inadimplência também tende a ter um peso significativo na carteira dos bancos. Ele afirma que, nas 46 maiores instituições bancárias do Brasil, os créditos vencidos há mais de 91 dias, até dezembro de 2005, somavam R$ 23 bilhões. O que demonstra o potencial desse tipo de transação, diz ele.

Agencia Estado,

15 de setembro de 2006 | 09h11

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.