Banco reduz exigências para financiamento imobiliário, mas ainda é pouco

Alguns bancos simplificaram as exigências para a concessão do financiamento imobiliário no ano passado, mas alguns especialistas avaliam que as medidas ainda são insuficientes. Para reduzir a burocracia, o Sindicato da Habitação (Secovi) defende outras medidas, como a padronização dos contratos para que o cliente entenda melhor o teor do documento. O vice-presidente de incorporação imobiliária do Secovi, João Batista Crestana, avalia que outra forma de reduzir a burocracia é trabalhar na simplificação dos procedimentos nos cartórios para agilizar a liberação das certidões. O Secovi avalia ainda fundamental a redução das taxas de juros e a ampliação do tempo máximo para quitar o empréstimo. Crestana defende que, com juros menores, seria possível aumentar o prazo para o pagamento do financiamento para 30 anos. (Resumo de matéria publicada no Jornal da Tarde em 16 de janeiro de 2006)

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2006 | 14h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.