Bancos garantem pódio na disputa AE Analistas

Quem apostou em bancos se deu bem no ano passado. E os analistas que centraram suas carteiras no setor financeiro lideraram o Ranking Agência Estado de Analistas e Corretoras de 2005. O ranking, elaborado pelo Ibmec São Paulo, avaliou 104 profissionais, brasileiros e estrangeiros, de 18 instituições que acompanham o mercado acionário do Brasil. Do total de analistas avaliados, apenas 38 proporcionaram aos investidores um retorno superior ao do Ibovespa, principal indicador da Bolsa local, que subiu 27,7% no ano passado. A média do desempenho das recomendações feitas pelos profissionais ficou em 21,5%. O primeiro lugar ficou com a analista Valerie Fry, do Santander Investment. A carteira recomendada pela especialista garantiu retorno de 72,83%. Mario Pierry, do Deutsche Bank, ficou em segundo (65,83%); Márcio Kawassaki, da corretora Fator, em terceiro (61,27%); Tomás Awad, do Itaú, em quarto (53,03%); Jason Mollin, da corretora Bear Stearns, em quinto (51,61%); Roberto Attuch, do Credit Suisse, em sexto (48,21%); Juliana Rozenbaum, do Deutsche Bank, em sétimo (46,33%); Eduardo Pfiszter, da Fator, em oitavo (44,71%); Vanessa Ferraz, do Itaú, em nono (44,66%); e Bruno Pereira, do UBS Investment Research, em décimo (43,56%). Bancos A carteira de recomendações de Valerie Fry esteve focada em bancos. A analista contou que suas principais apostas no ano passado foram Bradesco e Itaú, com recomendação de compra. Em sua visão, essas eram as duas instituições com maior potencial de crescimento no cenário da época, de juros altos e expansão da carteira de crédito. O segundo colocado também apostou no setor financeiro. "Eu estava bem otimista com os bancos em geral em 2005. As margens financeiras subiram e o crédito cresceu, apesar do aumento dos juros", contou Pierry. Ele disse que recomendou compra de Bradesco, Itaú e Banco do Brasil (BB) no ano passado, mas focou em Bradesco, pois a instituição financeira realizou mudanças estruturais que incrementaram sua rentabilidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.