Bancos lideram perdas do Ibovespa após pacote do spread

Os bancos estão entre as principais perdas do Ibovespa nessa manhã. Ás 10h53, as maiores quedas do setor eram: Itaúsa PN, 2,25%; Itaú PN, 2,25%; Banco do Brasil ON, 2,23%; Bradesco PN, 1,96%; e Unibanco Units, 1,76%. As instituições financeiras caem desde ontem, num misto de correção de altas recentes e de antecipação de reação ao pacote para redução de spread dos bancos anunciado pelo governo. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou a criação obrigatória da conta salário a partir de janeiro de 2007, a criação da portabilidade do crédito com isenção de IOF e CPMF e da portabilidade cadastral, além da regulamentação do cadastro positivo de clientes via Medida Provisória. O CMN também decidiu ampliar a abrangência da central de risco do Banco Central, reduzir pela metade a alíquota de contribuição ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e aumentar a cobertura do FGC, que passou de R$ 20 mil para R$ 60 mil. A primeira análise do mercado é que o pacote deixou de lado alguns itens importantes, mas acrescentou outros que podem acelerar a concorrência entre os bancos, o que pressiona as ações.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2006 | 10h59

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.