Bardella perde receita, mas sai de prejuízo para lucro

O crescimento econômico abaixo das expectativas no ano passado reduziu as encomendas da Bardella Indústrias Mecânicas, afetando sua receita no exercício. Mesmo assim, com uma melhor gestão dos custos, a fornecedora de equipamentos para setores como metalurgia, petróleo, gás e energia saiu de prejuízo consolidado de R$ 3,169 milhões em 2005 para lucro líquido consolidado de R$ 11,019 milhões em 2006.A Bardella informou que, apesar de 2006 ter sido marcado por forte desenvolvimento de oportunidades de consolidação da empresa em vários projetos, foi um ano fraco para a concretização dos negócios. A receita líquida da companhia recuou 19,17%, para R$ 269,580 milhões, especialmente devido à paralisação ou postergação de obras que já se encontravam na carteira da companhia. A carteira de encomendas a apropriar caiu de R$ 152,9 milhões ao final de 2005 para R$ 93,1 milhões no encerramento de 2006.A composição da carteira da Bardella teve forte mudança entre os dois exercícios: de uma diversificação balanceada em 2005 entre os segmentos de geração de energia (22% das encomendas), mineração (25%), metalurgia (23%) e óleo e gás (22%), houve forte concentração na geração de energia no ano passado, com 70% das encomendas.Entre os projetos geradores de receita em 2006, a companhia listou o fornecimento de equipamentos para hidrelétricas de Peixe Angical e Capim Branco, itens para a movimentação de minérios para a Vale, CBA e Usiminas, fornecimentos para a Petrobras e subsidiárias e pontes rolantes para várias siderúrgicas.O custo de produtos e serviços da Bardella caiu 22,23% no ano passado, para R$ 228,394 milhões, e o lucro bruto avançou 72,15%, para R$ 41,186 milhões. As despesas operacionais recuaram 18,05%, para R$ 36,031 milhões.A Bardella divulgou também o desempenho de suas controladas. A Barefame Instalações Industriais elevou a receita em 25,4%, para R$ 65,5 milhões, e saiu de um prejuízo de R$ 7 milhões em 2005 para um lucro líquido de R4 3,2 milhões em 2006. A área de petróleo e gás cresceu em importância para a empresa no ano passado, respondendo por 75% das encomendas, ante 48% em 2005.A Energo Agro Industrial, que possui uma fazenda de 19 mil hectares no Mato Grosso do Sul, teve receita de R$ 1,1 milhão e lucro líquido de R$ 867 mil. Além da criação de gado nelore, a empresa vende madeira para serrarias e planta pinus que são usados pela indústria de compensados. A Bardella Timken, empresa de serviços que faz o reparo de rolamentos e rolos para os setores de siderurgia, mineração, alumínio e papel e celulose, teve receita de R$ 3,318 milhões e lucro de R$ 68 mil.A Bardella informou que espera um aumento significativo da demanda para 2007 e prevê que terá plenas possibilidades de atender aos pedidos, uma vez que fechou 2006 com folga na capacidade de produção e ociosidade média de 20%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.