BBVA compra banco no Texas por US$ 2,16 bilhões

O Banco Bilbao Vizcaya Argentaria SA (BBVA) concordou em comprar o Texas Regional Bancshares, proprietário do Texas State Bank, por US$ 2,16 bilhões, como parte de seus esforços para aumentar a presença no mercado bancário dos EUA. Essa é a maior aquisição do BBVA no país.O segundo maior banco da Espanha em capitalização começou a comprar instituições pequenas no sudoeste dos EUA há alguns anos, com o objetivo de construir atividades bancárias completas em torno de suas tradicionais operações de remessa de recursos. O BBVA já possui o maior banco mexicano, o Bancomer, pelo qual passam cerca de 40% dos US$ 20 bilhões que os emigrantes mexicanos que vivem nos EUA enviam para casa todos os anos. "A aquisição do Texas State Bank representa um passo importante na execução da estratégia do BBVA para com os EUA. Essa transação nos dá uma forte posição em diversos mercados importantes no Texas que são fundamentais para o crescimento do BBVA USA", disse o executivo-chefe das operações da instituição naquele país, José María García. Em entrevista por telefone, o executivo-chefe do Texas Regional Bancshares, Glen Roney, disse que a compra "permite ao BBVA ter uma presença importante no sul do Texas." Com cerca de US$ 6,6 bilhões em ativos, o Texas Regional lidera os negócios com banco de varejo no sul do Estado, com uma fatia de 27% do mercado. O grupo opera em cidades como McAllen, Houston e Corpus Christi. De acordo com Roney, o BBVA planeja manter a equipe administrativa do Texas Regional. Em 2004, o banco espanhol gastou US$ 16,7 milhões para comprar o credor californiano Valley Bank, visando aos imigrantes que enviam para casa o dinheiro que recebem no Estado, que abriga quase um terço dos hispânicos nos EUA. Alguns meses depois, o BBVA pagou US$ 850 milhões para comprar o Laredo National Bancshares no Texas, pelo qual passam 40% dos US$ 300 bilhões do comércio dos EUA com o México. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

12 de junho de 2006 | 17h07

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.