BC da Austrália espera demanda alta da China

Embora esteja em processo de desaceleração, a economia chinesa ainda é forte e continua a crescer, o que significa que ainda há uma expressiva demanda por commodities de outros países, como por exemplo a Austrália, afirmou nesta sexta-feira Alexandra Heath, economista do banco central australiano, o Reserve Bank of Austrália (RBA).

ANDRÉ ÍTALO ROCHA, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2014 | 05h09

"Dada a competitividade da produção da Austrália em várias commodities, a China é provavelmente o maior mercado consumidor de produtos australianos e deve continuar por um bom tempo", ela disse, em discurso para empresários do setor de mineração. Na sua avaliação, com o processo de urbanização ainda vigente na China, haverá demanda forte para commodities leves e pesadas.

"Esse processo tende a ser acompanhado por um crescimento em consumo de alimentos", declarou. "Também é esperado uma expansão na demanda por insumos para construção civil, infraestrutura, utilitários e obras públicas".

Tudo o que sabemos sobre:
AustráliaChinacommodities

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.