BC da Rússia surpreende e eleva taxa de juro em 0,25 ponto, para 8,25%

Decisão levou o rublo a subir para uma nova máxima em dois anos e meio

Danielle Chaves, da Agência Estado,

29 de abril de 2011 | 09h04

Em um movimento que levou o rublo a subir para uma nova máxima em dois anos e meio, o Banco Central da Rússia inesperadamente elevou as taxas de juros básicas, sinalizando que está decidido a combater a inflação.

A taxa de refinanciamento será elevada em 0,25 ponto porcentual, para 8,25%, com as ouras taxas básicas seguindo o movimento. Ao contrário das expectativas dos analistas, porém, o banco central não elevou a taxa do compulsório bancário.

"Essa decisão foi tomada em razão de um alto nível de expectativas inflacionárias, excedendo as metas de inflação para este ano", afirmou a instituição em um comunicado. A inflação anual estava em 9,6% em 25 de abril, em comparação com a taxa de 9,5% de março. O banco central prometeu reduzir a inflação para menos de 7% até o fim deste ano.

A moeda russa subiu para 27,41 rublos por dólar, nos maiores níveis desde dezembro de 2008. Por volta das 8h (de Brasília), a moeda operava em torno de 27,33 rublos por dólar. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.