BC vende swap cambial "puro", após quase 2 anos

O Banco Central vendeu hoje em leilão junto aos bancos 8 mil contratos de swap cambial (contrato que negocia diferenciais entre câmbio e juros), com vencimento em 3 de julho deste ano, equivalentes a US$ 399 milhões. A cotação mínima negociada ficou em 99,7650, equivalente às taxas nominal de 2,66% e linear de 2,650% ao ano. O BC informou que fará amanhã, das 12h às 13h, um novo leilão de swap cambial, com oferta de até 8 mil contratos com o mesmo vencimento. O que parte do mercado esperava que ocorresse no auge do estresse registrado na semana passada ocorreu hoje: o Banco Central atuando por meio de sua mesa de operações para conter a volatilidade do mercado, neste caso através da oferta de swaps cambiais "puros". Aparentemente, a intenção do BC foi dar um parâmetro para um mercado que começava a perdê-lo, ainda que o efeito nas cotações tenha sido modesto. A oferta do swap cambial, no qual o BC fica ativo em juros e passivo (vendido) em dólar, não acontecia desde agosto de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.