AFP
AFP

BCE e Banco da Inglaterra mantêm juros em mínima histórica

Banco da Inglaterra também decidiu não alterar juro básico e manter programa de compra de ativos

O Estado de S. Paulo

05 de março de 2015 | 10h36


O Banco Central Europeu (BCE) manteve suas três principais taxas de juros inalteradas na reunião de política monetária desta quinta-feira, 5, conforme esperado por analistas.

A taxa básica do BCE, de refinanciamento, continuou na mínima histórica de 0,05%, enquanto a taxa de juros de empréstimo marginal permaneceu em 0,30% e a taxa para depósitos bancários, em -0,20%.

A atenção dos investidores vai se voltar agora para a coletiva de imprensa com o presidente do BCE, Mario Draghi. A expectativa é que Draghi forneça detalhes do plano de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês) que o BCE anunciou em janeiro.

Pelo programa de QE, o BCE pretende comprar cerca de US$ 1,1 trilhão em ativos - principalmente, bônus soberanos - entre este mês e setembro de 2016. 

Inglaterra. O Banco da Inglaterra (BoE) também decidiu manter a taxa básica de juros em 0,5% e o programa de compra de ativos em 375 bilhões de libras (US$ 572,4 bilhões).

Depois da decisão do BoE, o mercado acionário britânico se manteve em alta e a libra continuou perdendo terreno para o dólar. Às 9h02 (de Brasília), a Bolsa de Londres avançava 0,42%, enquanto a moeda britânica se enfraquecia a US$ 1,5247, de US$ 1,5261 no fim da tarde desta quarta-feira, 4. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Tudo o que sabemos sobre:
EuropaEuroInglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.