BHP registra lucro líquido recorde de US$ 10,45 bi no ano fiscal

A BHP Billiton Ltd. obteve lucro líquido recorde de US$ 10,45 bilhões no ano fiscal encerrado em 30 de junho. O desempenho representa salto de 63% em relação ao ano fiscal anterior, quando o grupo lucrou US$ 6,40 bilhões. Em comunicado, a maior mineradora do mundo também anunciou um programa de US$ 3 bilhões em recompra de ações para os próximos 18 meses.Excluindo itens excepcionais, o lucro líquido cresceu 58%, de US$ 6,43 bilhões para US$ 10,15 bilhões. Em média, os analistas do mercado previam US$ 10,18 bilhões.A receita subiu 26% nas mesmas bases de comparação, de US$ 31,15 bilhões para US$ 39,10 bilhões. Segundo a mineradora, as perspectivas para a economia global continuam positivas, mas a pressão de custos frustrou as tentativas de acelerar a produção para atender a forte demanda. "Portanto, provavelmente vamos ver um extenso período de preços em alta".A própria BHP sentiu os efeitos do avanço dos custos no setor, considerando que as despesas do grupo aumentaram em US$ 1,34 bilhão no ano fiscal encerrado em junho.O resultado recorde é atribuído à disparada das commodities, que contribuíram com US$ 6,69 bilhões para o lucro operacional da mineradora. O cobre, sozinho, colaborou com US$ 2,58 bilhões, enquanto o preço do carvão para coqueificação acrescentou US$ 1,49 bilhão aos lucros e o do minério de ferro outros US$ 1,36 bilhão.A empresa declarou que está estabelecendo os alicerces para o crescimento futuro, com o programa de exploração e desenvolvimento. No momento, o grupo tem 23 grandes projetos em execução ou prontos para serem iniciados, o que representa um investimento de US$ 13,8 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

23 de agosto de 2006 | 08h13

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.