Blue chips puxam Ibovespa

Em dia de baixa liquidez, já que é feriado no EUA e no Reino Unido, bolsa sobe com notícias corporativas

Beth Moreira, da Agência Estado,

31 de maio de 2010 | 12h37

A Bovespa sobe nesta segunda-feira, 31, influenciada por notícias corporativas nacionais, já que os mercados norte-americano e londrino estão fechados em razão de feriado nacional. Blue chips e empresas de telefonia puxam as altas. Às 16h304, o Ibovespa registrava valorização de 1,02% aos 62.577 pontos, na máxima do dia. O giro financeiro era de R$ 814 bilhões, com previsão de R$ 2,53 bilhões para o fechamento.

 

"Sem a referência internacional, as notícias corporativas ganham maior relevância hoje", afirma a chefe de análise da Spinelli Corretora, Kelly Trentin. Operadores lembram ainda, que por ser o último pregão do mês, alguns fundos atuam na compra para melhorar a performance de suas carteiras.

 

Vale PNA avança 0,91% e Vale ON sobe 1,31% em dia de notícias sobre novos reajustes no preço do minério de ferro. Analistas apostam em aumentos da ordem de 20% a 30% para os contratos da commodity no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre, em decorrência da oferta apertada em relação à demanda segundo reportagem publicada na Agência Estado no último dia 26.

 

Hoje, o jornal Financial Times, reafirma que as mineradores BHP Billiton, Rio Tinto e Vale pedirão novos reajustes para o preço do minério, já que a forte demanda da China e interrupções de oferta deixam o mercado apertado.

 

Algumas siderúrgicas acompanham com Gerdau (+1,84%), entre as maiores altas do Ibovespa e Gerdau Metalúrgica (+1,14%). Usiminas ON opera estável e Usiminas PNA com queda de 0,11%.

 

CSN avança 0,22% após ter a negociação das suas ações suspensas pela BM&FBovespa no início do pregão, no aguardo de esclarecimentos sobre requerimento de falência veiculado na imprensa. Quando voltou a ser negociado às 11h05, o papel ficou em leilão por 15 minutos.

 

A CSN esclareceu que a Dad Engenharia e Serviços Ltda., que entrou com pedido de falência contra a empresa, foi contratada para prestação de serviços de manutenção na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda. "Em razão de descumprimentos contratuais por performance, a CSN, mediante notificação à empresa Dad Engenharia, e conforme lhe facultava o contrato firmado entre as partes, reteve pagamentos em valor aproximado de R$ 2,5 milhões."

 

Segundo a siderúrgica, essas retenções resultaram em protesto por parte da Dad de nove títulos no valor aproximado de R$ 1,3 milhão, e no consequente requerimento de falência. A CSN afirmou ainda que o "pedido de falência é infundado; o valor da cobrança está garantido integralmente por depósito judicial; e os valores envolvidos não têm materialidade e/ou relevância tendo em vista a situação patrimonial e de crédito da CSN".

 

Petrobras PN avança 1,31% e ON registra ganhos de 1,60%, esta última entre as maiores altas do Ibovespa. Segundo operadores, a impressão é de que o papel começa a tirar o atraso em relação ao Ibovespa, à medida que a capitalização da empresa fica mais próxima. No mês as ações preferenciais acumulam queda de 12,20% e ON de 10,23%, ante queda de 7,66% do Ibovespa.

 

Telefonia

Telemar ON e PN lideravam a lista de maiores altas do Ibovespa, com valorização de 3,74% e 2,82%, respectivamente. Brasil Telecom aparece na sequência, com alta de 2,40%. Analistas afirmam que os ganhos de hoje refletem as discussões de consolidação do setor. A expectativa, segundo eles, é de que a Portugal Telecom costure uma associação com a OI se decidir vender para a Telefónica sua participação na Vivo.

 

"A possibilidade de uma associação entre a Oi e a PT veio à tona depois que a Oi comprou a Brasil Telecom, mas depois acabou esfriando", lembra uma analista. "Agora com a possibilidade de perder a Vivo, começam as especulações de que uma negociação entre as duas empresas possa ser retomada", afirmam.

 

Na lista de maiores altas figuravam ainda Eletrobras PNB (+1,77%), Pão de Açúcar (+1,62%) e Fibria (+1,55%).

 

Frigoríficos

JBS avança 0,28% e Marfirg sobe 0,12%, se recuperando um pouco da queda registrada na última sexta-feira, quando caíram com a suspensão das importações de carne pela Rússia.

 

Na sexta-feira, o Ministério da Agricultura brasileiro solicitou a suspensão do processo de certificação e embarque de produtos à base de carnes exportáveis para os Estados Unidos.

 

Em relação à Rússia, a JBS afirma que o impacto financeiro tende a ser irrelevante, uma vez que a companhia possui outras 14 unidades com habilitação para exportar para o país. Sobre os Estados Unidos, a companhia afirma que o impacto financeiro "tende a ser imaterial, tendo em vista que menos de 0,5% da receita consolidada da companhia advém de exportações do Brasil para os EUA".

 

Ultrapar

As ações da Ultrapar figuram na lista de maiores quedas do Ibovespa, com desvalorização de 0,89%. Reportagem do Financial Times  afirma que a empresa deve fazer amanhã uma oferta pelos ativos de gás liquefeito de petróleo da Royal Dutch Shell na Europa.

 

A lista de maiores quedas do Ibovespa é composta ainda por BM&FBovespa (-1,40%), Telesp PN (-1,12%), PDG (-0,96%), Souza Cruz (-0,91%), BRF - Brasil Foods (-0,73%) e Cielo (-0,72%).

 

Tudo o que sabemos sobre:
açõesbolsaPetrobrasVale

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.