BM&FBovespa confirma acordo com Bolsa de Xangai

Acordo irá facilitar o acesso de emissores e investidores aos dois mercados, mas em um primeiro momento não contempla a dupla listagem dos papéis

Vinícius Pinheiro, da Agência Estado,

17 de fevereiro de 2011 | 19h07

A BM&FBovespa confirmou nesta quinta-feira, 17, a assinatura de acordo com a Bolsa de Valores de Xangai (SSE). A formalização do convênio entre as instituições acontecerá na próxima segunda-feira. Segundo a Bolsa, o acordo tem o objetivo de facilitar o acesso de emissores e investidores aos dois mercados, mas num primeiro momento não contempla a dupla listagem dos papéis nas duas bolsas.

O acordo com os chineses acontece em um momento de provável concorrência para a BM&FBovespa, após a confirmação de que a operadora global de bolsa de valores Bats estuda a entrada no mercado brasileiro.

Na próxima terça-feira, a Bolsa brasileira e a chinesa promoverão um evento em São Paulo para marcar o início do convênio. A agenda do fórum ainda não está confirmada, mas deve contar com a presença, entre outros, do presidente da SSE, de Zhang Yujun, do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, e da presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Maria Helena Santana. O evento contará ainda com apresentações de empresas listadas e de gestores de recursos dos dois países.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsasacordoBovespaXangai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.