BM&FBovespa entregará 16 projetos em 2014, diz Edemir

A BM&FBovespa espera entregar um total de 16 projetos em 2014, que correspondem a cerca de 95% dos trabalhados pela instituição, segundo o diretor presidente da bolsa, Edemir Pinto, em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira, 14.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2014 | 13h01

Dentre eles, Edemir citou a nova clearing integrada, sistema de risco, data center, novos produtos no mercado de balcão e de ações, projeto para abertura de capital de pequenas e médias empresas, mercado de acesso, incentivo a pessoa física, projeto de tarifação, novo modelo de atendimento a clientes. Ele destacou que o investimento que está sendo realizado é para dez vezes o volume que a Bolsa possui hoje.

Segundo Eduardo Guardia, diretor de produtos e de Relações com Investidores da BM&FBovespa, o foco da companhia em mercado de balcão são três: o registro de certificados de depósitos bancários (CDBs), letras de crédito imobiliário (LCIs) e de Certificados de operações estruturas (COEs). Posteriormente, conforme ele, a bolsa também espera registrar letras financeiras (Lfs).

"Estamos entrando no mercado de balcão e almejamos ter grande participação neste mercado", disse o diretor de produtos e de RI.

De acordo com Guardia, em termos de mudança na política de tarifação em 2014 não há nenhum grande anúncio. "A direção que estamos perseguindo é de ajustes pontuais em determinados produtos, mantendo o trabalho de comparação com nossos preços e internacionais", afirmou ele. Essa política também vale, conforme ele, para os produtos do mercado de balcão, no qual a BM&FBovespa está entrando, mas almeja ter grande participação.

Tudo o que sabemos sobre:
BM&FBovespaprojetos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.