BM&FBovespa espera retomada de IPOs no segundo semestre deste ano

Bolsa mantém projeção de um volume de R$ 55 bilhões em ofertas no mercado brasileiro, incluindo IPOs e follow ons

Vinícius Pinheiro, da Agência Estado ,

26 de abril de 2011 | 11h25

Após o resultado abaixo das expectativas nos primeiros três meses deste ano, o processo de abertura de capital de empresas no mercado brasileiro deve ser retomado com mais força a partir do segundo semestre de 2011. A projeção é do diretor-presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto. O volume de ofertas no primeiro trimestre ficou cerca de 20% abaixo do mesmo período de 2010.

Na avaliação do executivo, a crise externa, agravada pelo terremoto no Japão, e o aumento da inflação em todo o mundo provocaram uma maior incerteza e prejudicaram as ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês). "A frustração (com os IPOs) não é só minha, é global", afirmou a jornalistas. A Bolsa, porém, mantém a projeção de um volume de R$ 55 bilhões em ofertas no mercado brasileiro, incluindo IPOs e follow ons (captações de empresas já listadas).

Edemir minimizou o fato de algumas companhias optarem por abrir o capital em outras bolsas, como foi o caso recente da Arcos Dorados, franquia de restaurantes do McDonald's na América Latina, que recentemente realizou uma oferta de ações na Bolsa de Nova York (Nyse). "As companhias hoje são globais. A questão de ir para fora hoje é localizada e depende da estratégia da cada uma", disse.

Para o presidente da BM&FBovespa, a concorrência com os mercados estrangeiros é natural. Ele destacou que, com a criação do Novo Mercado, a Bolsa conseguiu inverter o processo de lançamento de recibos de ações (ADRs, na sigla em inglês) de empresas brasileiras.

Apesar do otimismo, Edemir ponderou que o processo de alta da taxa básica de juros (Selic) pode prejudicar o desempenho do mercado de ações brasileiro. O executivo participou hoje do lançamento do guia "Como abrir o capital da sua empresa no Brasil (IPO) - 2011", editado pela PricewaterhouseCoopers (PwC).

Tudo o que sabemos sobre:
BM&FBovespaIPOcapitalEdemir

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.