BM&FBovespa inaugura operações de COE, CDB e LCI

A BM&FBovespa registrou nesta quarta-feira, 12, as primeiras operações de Certificado de Operações Estruturadas (COE), Certificado de Depósito Bancário (CDB) e Letra de Crédito Imobiliário (LCI) em seu ambiente de balcão organizado, o iBalcão, informou a companhia. As operações movimentaram R$ 500 milhões na abertura. O primeiro COE registrado na BM&FBovespa foi emitido pelo Bradesco.

EULINA OLIVEIRA, Agencia Estado

12 de março de 2014 | 12h17

Ao todo, o iBalcão oferece 53 estruturas de COE que permitem variações que se traduzem em centenas de diferentes operações. A plataforma permite o registro de COEs referenciados em ações, índices de ações, índices de juros, inflação e moedas.

"A BM&FBovespa considera a criação dos Certificados de Operações Estruturadas (COE) um marco para o mercado financeiro e de capitais brasileiros", diz a empresa, em nota. Até então, este mercado era exclusivo da Cetip. A entrada da Bolsa nesse segmento era aguardada desde o ano passado pelo mercado.

No mês passado, a BM&FBovespa recebeu aprovação do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para oferecer ao mercado o novo módulo do sistema iBalcão para registro de ativos e operações de balcão organizado.

Tudo o que sabemos sobre:
BM&FBovespaCOECDBLCI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.