BNDES aprova financiamento de R$ 900 mi para Grupo Usiminas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou hoje aprovação de financiamento de R$ 900 milhões ao Grupo Usiminas. Em comunicado, o banco afirma que os recursos serão usados para "apoiar investimentos em modernização tecnológica e proteção ambiental nas duas usinas siderúrgicas da corporação: a Usiminas, em Ipatinga (MG), e a Cosipa, em Cubatão (SP)".De acordo com o banco, o financiamento foi aprovado na modalidade "limite de crédito", e será dividido em duas partes: R$ 500 milhões para a Cosipa e R$ 400 milhões para a Usiminas. O BNDES lembrou que o mais recente ciclo de investimentos do grupo, no setor siderúrgico, foi realizado em 2001, com a inauguração do novo lingotamento contínuo e de mais um conversor na unidade da Cosipa, "que permitiu a elevação de sua capacidade de produção, que passou de 2,7 milhões para 4,5 milhões de toneladas de aço líquido por ano"."Com isso, o Grupo Usiminas aumentou sua capacidade de produção para cerca de 10 milhões de toneladas/ano. No ano passado, a produção chegou ao volume total de 8,7 milhões de toneladas, tornando-o o maior fabricante de aços planos da América Latina", acrescentou o banco, no comunicado.

Agencia Estado,

31 de agosto de 2006 | 13h13

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.