BNDES aprovou R$ 2,18 bi em recursos para setor de ferrovias

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Demian Fiocca, disse hoje que as aprovações de financiamentos da instituição para o setor de ferrovias somaram R$ 2,18 bilhões em 2006, volume bem superior aos R$ 471 milhões liberados para esse setor totalizados em 2005.Segundo ele, a expectativa é que sejam realizados investimentos totais de R$ 12,5 bilhões no setor ferroviário no País entre 2006 e 2010 e cerca de 50% serão financiados pelo banco. Hoje o BNDES anunciou financiamento de R$ 1,1 bilhão para o Grupo América Latina Logística (ALL) que, segundo Fiocca, foi aprovado no dia 28 de dezembro.O BNDES, por meio da BNDESPar, participa do grupo controlador da ALL, detendo 7,03% do capital votante da empresa. A participação da BNDESPar no capital total da companhia é de 12,7%, com ações a valor de mercado superior a R$ 1,5 bilhão, de acordo com nota explicativa distribuída pela instituição financeira.A entrada da BNDESPar no capital da ALL ocorreu em maio de 2006, como resultado do processo de reestruturação da Brasil Ferrovias ocorrido em 2005 e que foi apoiado pelo BNDES.ALLFioca disse que este é o maior empréstimo já concedido para ferrovias no País. O diretor de Serviços e Tecnologia da ALL, Paulo Basílio, afirmou que os indicadores de produtividade da empresa são hoje muito superiores aos da Brasil Ferrovias e o objetivo é reduzir drasticamente essa diferença, nos próximos três anos. "Daqui para frente, nosso foco vai ser de crescimento em produtividade", destacou Basílio.Os investimentos da ALL deverão atender à meta da companhia de aumentar o volume de carga transportado pela Brasil Ferrovias em cerca de 14% ao ano, nos próximos anos. O novo patamar ficará próximo ao crescimento anual de 13% que vem sendo registrado pela ALL no transporte de carga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.