BNDES descarta entrar no capital da VarigLog

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Demian Fiocca, disse esta tarde que o processo de aprovação e conclusão da operação de financiamento para a Varig deverá durar menos de dois meses a partir da entrega da carta consulta da empresa ao banco. Segundo informaram ontem representantes da Varig, o documento será entregue ainda hoje ao BNDES. Fiocca garantiu também que o banco descarta qualquer participação no capital da companhia aérea. "Não há solicitação, nem está em estudo a entrada do BNDES no capital da VarigLog", disse. Fiocca afirmou estar satisfeito com o fato da discussão em torno da Varig no momento não estar em torno de um plano de emergência, mas de um plano de investimento. O diretor de infra-estrutura do BNDES, Wagner Bittencourt, disse que a rapidez do trâmite do pedido da Varig no banco vai depender da capacidade da empresa de prestar informações, que serão avaliadas detalhadamente pelos técnicos da instituição financeira. Segundo ele, o pacote de garantias para o possível financiamento é amplo e inclui hipoteca de aeronaves, seguro dos aviões e até garantia de empresas fornecedoras de equipamentos de recolocação em caso de problemas de "default".

Agencia Estado,

17 de agosto de 2006 | 14h22

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.