BNDES libera R$ 70,2 mi para pequena hidrelétrica em MS

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 70,2 milhões para a Ônix Geração de Energia Elétrica. Segundo o banco, os recursos serão destinados à construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Alto Sucuriú, com capacidade instalada de 29 megawatts (MW), localizada no rio Sucuriú, nos municípios de Costa Rica, Água Clara e Chapadão do Sul, todos no noroeste de Mato Grosso do Sul.De acordo com a nota, o projeto faz parte do Proinfa, o programa do Ministério de Minas e Energia destinado ao fomento de energia às fontes de energia alternativa, e vai gerar 455 empregos durante as obras.O BNDES participará com 70% do custo total da PCH, orçada em R$ 110,4 milhões e os recursos serão liberados por meio de uma operação mista. Em parte, estarão disponíveis diretamente pelo BNDES (R$ 52,7 milhões) e outra parte via agente financeiro, no caso o Banco do Brasil (R$ 17,6 milhões).A carteira de projetos do BNDES no âmbito do Proinfa atinge o montante de R$ 3,6 bilhões de financiamentos e, segundo o banco, permitirá investimentos totais da ordem de R$ 5 bilhões. O banco apoiará 56 projetos com capacidade de geração de 1.447 MW. Desse total, 39 projetos são de PCHs, que demandaram financiamento do banco de R$ 2,3 bilhões, representando investimentos de R$ 3,2 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.