Bolsa adia prazo para Cruzeiro do Sul se enquadrar em free float

A BM&FBovespa prorrogou até 17 de maio de 2011 o prazo para que o Cruzeiro do Sul se enquadre na regra de um porcentual mínimo de 25% de ações em circulação no mercado (free float), de acordo com o regulamento de listagem do Nível 1 de governança corporativa.

Agência Estado,

21 de maio de 2010 | 17h59

 

Durante esse período, o banco deverá manter em circulação, no mínimo, 19,38% de ações em circulação e, caso esse porcentual supere 19,38%, a instituição não poderá reduzir esse patamar, exceto no caso de o free float ultrapassar os 25% mínimos requeridos no nível 1 de governança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.