Bolsa cai com Petrobrás e bancos, mas Vale reduz perdas

Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,78%, aos 54.210,05 pontos

CLAUDIA VIOLANTE, Agência Estado

23 de junho de 2014 | 15h09

Após a queda de sexta-feira, a Bovespa até tentou puxar uma valorização, mas ela durou somente na abertura e, minutos depois, o índice já acompanhava a queda das bolsas internacionais. Esse movimento se aprofundou com a abertura de Nova York. Petrobrás e bancos pressionaram para baixo, mas Vale e siderúrgicas contrabalançaram, em alta.

O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,78%, aos 54.210,05 pontos. Na mínima, registrou 54.097 pontos (-0,99%) e, na máxima, 54.724 pontos (+0,16%). No mês, acumula ganho de 5,80% e, no ano, de 5,25%. O giro financeiro, como esperado, foi fraco e somou apenas R$ 3,237 bilhões.

Por causa do terceiro jogo do Brasil na Copa do Mundo, o pregão regular da Bovespa terminou mais cedo, às 14h30. O ritmo foi lento e a volatilidade, bastante baixa, sendo que, depois que Nova York abriu, a bolsa aprofundou a perda, mas depois ficou praticamente uma hora e meia sem sair do lugar. Já no período vespertino, no entanto, o Ibovespa registrou pequeno alívio.

Profissionais comentaram que a Bovespa passou por um movimento de realização de lucros depois de ter retomado na semana passada os 55 mil pontos. O PMI da zona do euro acabou se sobrepondo ao mesmo dado chinês e as bolsas na Europa caíram e puxaram as vendas nas demais.

Vale foi o destaque positivo da sessão, impulsionada por dados chineses e pela alta do preço do minério de ferro. Vale ON subiu 1,18% e Vale PNA, 1,51%. Siderúrgicas acompanharam: Gerdau PN, +0,29%, Usiminas PNA, +0,74%, e CSN ON, +2,70%. Mas Metalúrgica Gerdau PN caiu 0,24%.

O preço do minério de ferro no mercado spot (à vista) chinês avançou 1,4% nesta segunda-feira, para US$ 93,4 por tonelada seca. E o PMI industrial da China subiu para 50,8 em junho, de 49,4 em maio, maior nível em sete meses e retorno para expansão da atividade.

Petrobrás recuou 1,77% na ON e 2,14% na PN. Itaú Unibanco PN caiu 0,74%, Bradesco PN, -0,82%, BB ON, -0,82%. Santander unit terminou estável.

Nos EUA, apesar de dados favoráveis sobre a economia do país, os recentes picos históricos levaram os investidores também a embolsar os ganhos recentes. Às 14h45, o Dow Jones operava em baixa de 0,20%, aos 16.913,05 pontos. S&P recuava 0,14%, aos 1.960,22 pontos, e o Nasdaq caía 0,10%, aos 4.363,81 pontos. O recuo era justificado pela correção aos recordes de fechamento na semana passada.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.