Andre Dusek|Estadão
Andre Dusek|Estadão

Bolsa fecha em queda de 2,7% e dólar sobe para R$ 3,52

Enquanto aguardam medidas do novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, os investidores aproveitaram para vender ações e embolsar lucros

O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2016 | 11h12
Atualizado 13 de maio de 2016 | 17h32

A queda das bolsas no exterior e a falta de novidades no campo econômico fizeram a Bovespa cair e o dólar subir nesta sexta-feira, 13. Os investidores aproveitaram para realizar parte dos lucros mais recentes (venda de ações) e a Bovespa encerrou com recuo de 2,70%, aos 51.804 pontos. Também acompanhando o que ocorreu lá fora, o dólar registrou alta firme ante o real, com valorização de 1,4%, cotado a R$ 3,5263.

Um dia após a divulgação dos resultados do primeiro trimestre, Petrobrás ON caiu 4,64% e Petrobrás PN recuou 3,37%. Já a Vale ON fechou em baixa de 4,92% e Vale PNA, 5,41%. 

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 1,05%, o S&P 500, 0,85% e o Nasdaq recuava, -0,41%. As perdas do petróleo em Londres e em Nova York e os números positivos da economia americana, que realimentam a perspectiva de aperto monetário pelo Federal Reserve, justificam as perdas dos índices de ações.

Profissionais ouvidos pelo Broadcast disseram que o mercado aguarda por mais nomes que vão compor a equipe econômica do governo Michel Temer. Eles serão anunciados apenas na próxima segunda-feira, informou mais cedo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Além disso, os investidores esperam por medidas na área econômica. Até lá, não haveria muito espaço para movimentos mais intensos das taxas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.