Dario Oliveira|Estadão
Dario Oliveira|Estadão

Bolsa cai mais de 2% em março e fica na lanterna dos investimentos

Aplicação mais rentável no mês foi o euro; dólar ficou em segundo lugar

O Estado de S.Paulo

31 de março de 2017 | 17h42

A Bovespa encerrou o pregão desta sexta-feira, 31, em baixa de 0,43%, aos 64.984,06 pontos, e terminou o mês de março com um recuo de 2,52%, sendo o investimento menos rentável no mês. No entanto, nos três primeiros meses de 2017, a Bolsa continua no terreno positivo, com um avanço de 7,9%.

Já o dólar, que fechou em leve queda de 0,56% na sessão de hoje, para R$ 3,1290, registrou avanço de 0,63% no mês. A moeda americana ficou em segundo lugar no ranking elaborado pelo administrador de investimentos Fabio Colombo.

Como os principais fatores que influenciaram o mercado doméstico, Colombo cita incertezas sobre a reforma da Previdência e a Operação Carne Fraca da Polícia Federal, que deixou investidores mais apreensivos em relação ao mercado de ações.

O investimento mais rentável no mês de março, segundo ele, foi o euro, que avançou 1,30% no mês. 

Colombo destaca que, para o mês de abril, os assuntos que continuarão a afetar o desempenho dos mercados são, além da reforma da Previdência e dos desdobramentos da Carne Fraca, o julgamento marcado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pode cassar a chapa Dilma-Temer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.