Estadão
Estadão

Bolsa cai pela 4ª sessão consecutiva e chega ao menor nível desde janeiro

Com a cautela de investidores, antes de manifestações contra governo, Ibovespa fecha em baixa de 1,04%, aos 47.508,40 pontos; em quatro dias, índice acumula perdas de 3,74% e, na semana, recuo é de 2,20%

Fabrício de Castro, O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2015 | 17h38

Com a postura mais cautelosa de investidores – principalmente estrangeiros –, em função dos protestos contra o governo Dilma Rousseff no final de semana, a Bolsa emplacou a quarta sessão consecutiva de perdas. Com a continuidade do movimento de venda de ações brasileiras, por causa da crise política, o Ibovespa encerrou o pregão desta sexta-feira em baixa de 1,04%, aos 47.508,40 pontos – menor nível desde 30 de janeiro deste ano. 

Em quatro dias, o índice acumula perdas de 3,74% e, na semana, o recuo é de 2,20%. Na máxima de hoje, a Bolsa marcou 48.186 pontos (+0,37%). O giro financeiro foi contido nesta sexta-feira, somando apenas R$ 5,492 bilhões. 

 

"O cenário geral está mais tranquilo hoje, com os juros futuros voltando e o dólar caindo. No caso da Bolsa, o que falta é apetite ao risco. Existe certa cautela em relação às passeatas do fim de semana", comentou durante a tarde profissional da área de renda variável ouvido pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. "Vamos ver como será a adesão nessas manifestações para avaliar o cenário", acrescentou.

Mais do que os atos em si, a preocupação é de que o risco político pode piorar no início da semana que vem. Na dúvida, muitos investidores preferiram vender papéis de companhias brasileiras, reduzindo a exposição na renda variável. Estrangeiros atuaram na ponta de venda.

Entre as blue chips, destaque para os recuos de Petrobras e Vale: o papel ON da estatal cedeu 2,17% e o PN teve baixa de 2,21%, enquanto a ação ON da mineradora caiu 1,52% e a PNA teve perda de 1,92%. 

Em Nova York, porém, o viés dos principais índices era de alta durante a tarde, o que ajudou a evitar perdas maiores da Bovespa. O índice Dow Jones subiu 0,40%, aos 17.477,40 pontos, o S&P 500 avançou 0,39%, aos 2.091,54 pontos, e o Nasdaq teve alta de 0,29%, aos 5.048,24 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadobolsaibovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.