Bolsa da Austrália sobe 1,9% com notícia sobre fusão

As notícias sobre uma possível fusão ou aquisição da rede varejista Coles Myer, no que seria a segunda maior transação empresarial da Austrália, agitaram a bolsa local. O índice S&P/ASX 200 atingiu uma elevação de 1,9%. De acordo com as especulações, o negócio envolveria dois fundos de participação norte-americanos (Kolberg Kravis & Roberts e Newbridge Capital), um fundo australiano (Ironbridge Capital) e possivelmente a rede varejista australiana Harvey Norman, num total de 15 bilhões de dólares australianos. As ações da Coles Myer fecharam o pregão com alta de 12%. Em Hong Kong, o mercado realizou lucros, depois de ter se animado com a perspectiva de que o Federal Reserve pare de aumentar a taxa de juros dos EUA. Após atingir a maior alta dos últimos seis anos no começo da sessão, o índice Hang Seng terminou com baixa de 0,5%. Na China, o mercado fechou em queda, afetado pela preocupação dos investidores quanto à possibilidade de o governo adotar novos controles sobre a economia. O receio surgiu depois que o Conselho de Estado, liderado pelo primeiro-ministro Wen Jiabao, emitiu uma advertência aos administradores da região da Mongólia Interior contra o projeto de construção de uma usina energética sem autorização do governo central. O índice Xangai Composto declinou 0,8% e o Shenzhen Composto teve queda de 0,7%. Empresas do setor de energia e siderúrgicas encerraram o pregão em baixa. Angang New Steel perdeu 2,2%, Bengang Steel Plate caiu 2,1% e o Pang Gang Group recuou 3,6%. O yuan se valorizou frente ao dólar no sistema automático de preços. A moeda norte-americana caiu para 7,9716 yuans, contra 7,9901 no fechamento de ontem. Operadores observaram que as significativas variações na cotação do yuan podem indicar uma futura ampliação da banda cambial. Os setores de produtos eletrônicos e de turismo lideraram a alta da bolsa de Taiwan. O índice Taiwan Weighted fechou com ganho de 0,5%. Na bolsa da Coréia, a divulgação da inflação norte-americana, mais baixa do que o esperado, levou o índice Kospi a uma elevação de 0,9%, com destaque para o setor de tecnologia. A bolsa das Filipinas fechou praticamente estável, com o índice PSE Composto encerrando em alta de 0,1%. O índice foi puxado pelas ações de algumas poucas empresas, como a companhia de eletricidade Meralco, que subiu 5,1%. Os ganhos, porém, foram ofuscados pela realização de lucros com os papéis da Philippine Long Distance Co. O índice composto de 100 blue chips da bolsa de Kuala Lumpur (Malásia) teve alta de 0,44% no encerramento do pregão. O Strait Times da bolsa de Cingapura fechou em alta de 0,7%. A bolsa de Jacarta (Indonésia) não operou em razão de feriado local. (As informações são da Dow Jones)

Agencia Estado,

17 de agosto de 2006 | 06h51

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.