Bolsa da China sobe pela quinta sessão consecutiva

A demanda institucional pelos papéis do Banco Industrial e Comercial da China (ICBC, na sigla em inglês) e do Banco da China fizeram com que o mercado em Xangai registrasse alta pelo quinto pregão consecutivo. Por outro lado, as ações de grandes empresas registraram retração, depois dos recentes ganhos, limitando os ganhos do mercado. O Xangai Composto subiu 0,6%, para 2.954,91 pontos, e o Shenzhen Composto teve alta de 1,2%, para 769,93 pontos. ?Algumas instituições parecem ter sustentado os preços do ICBC e do Banco da China hoje para impedir a queda do índice?, disse Ding Chaoyu, analista da Great Wall Securities. "Se o índice cair, os pedidos de resgate dos investidores de fundos irão aumentar. Definitivamente é isso o que eles querem evitar.? ICBC subiu 1,2% e Banco da China teve alta de 0,8%. Mas outras grandes empresas registraram baixa. China Merchants Bank caiu 1,4% depois de ter registrado ganhos de 7,4% nas últimas quatro sessões. China Vanke recuou 2,8%, mas teve alta acumulada de 8,4% na última semana. Shanghai Pudong Development Bank teve baixa de 3,3% depois de ter saltado 14,6% entre terça e sexta-feira da última semana. O yuan fechou em queda e no fim do dia o dólar estava cotado a 7,7462 yuans no sistema automático de preços, de 7,7445 yuans do fechamento de sexta-feira. A queda da moeda chinesa ocorreu mesmo depois da revelação de que houve grande excesso de negociações para fevereiro, já que a moeda norte-americana continua forte nos mercados globais. Um trader do Big Four Chinese Bank, em Pequim, disse que o excesso pode ter algum impacto sobre os negócios amanhã, mas lembrou que o câmbio raramente se move em razão da divulgação de dados macroeconômicos. A recuperação dos papéis da China Mobile e os ganhos registrados por empresas do setor imobiliário - em antecipação ao leilão de terras do governo que será realizado amanhã - fizeram com que a Bolsa de Hong Kong fechasse em alta. O índice Hang Seng subiu 307,54 pontos, ou 1,6%, para 19.442,42 pontos. China Mobile avançou 4,3%. Segundo os participantes do mercado, as ações da empresa, que caíram 6% na última semana, estão se recuperando da baixa ocorrida em razão da reestruturação de portfólio feita por alguns fundos que seguem o Hang Seng. HSBC subiu 0,6%. China Life teve alta de 1,6%. ICBC subiu 0,7%. As empresas do setor imobiliário superaram a performance do restante do mercado, pois há muita expectativa sobre o leilão de terras, amanhã. Hang Lung Properties avançou 5,5%, Cheung Kong teve alta de 0,6% e Sun Hung Kai Properties registrou aumento de 2,1%. Na Bolsa de Taiwan, o índice Taiwan Weighted fechou em alta de 0,8%, aos 7.629,15 pontos, liderado por grandes empresas como AsusTek Computer e TSMC. Mas Cecelia Lu, da Taiwan International Securities, declarou-se preocupada com o baixo volume de negociações registrado, já que ?isso pode provocar certa pressão amanhã, uma vez que investidores que não entraram no pregão hoje podem decidir realizar lucros?. AsusTek teve alta de 3,9% depois de ter divulgado rendimentos maiores do que o esperado em fevereiro. TSMC subiu 1,1% por causa dos planos da empresa de recomprar cerca de US$ 1,5 bilhão em ações neste ano. A produtora de vidros Hocheng subiu 4,3% e Nankang Rubber Tire chegou ao limite de alta de 7%. Compras de ações de grandes empresas realizadas por investidores estrangeiros foram decisivas na alta registrada pelo mercado sul-coreano neste início de semana. ?Investidores estrangeiros, os grandes compradores do pregão, parecem estar focados na estabilidade do mercado local - na comparação com outros mercados emergentes. Eu espero alguma realização de lucros amanhã, mas ainda há a possibilidade de maiores ganhos caso o mercado norte-americano permaneça forte?, disse Lee Gun-Ung, da Daewoo Securities. O índice Kospi da Bolsa de Seul subiu 17,75 pontos, ou 1,3%, para 1.441,33 pontos. Kookmin Bank teve alta de 2,9% também em razão das notícias de que assinou um acordo de negócios com o japonês Sumitomo Mitsui Banking Corp. Woori Finance Holdings subiu 2,3%, depois de ter caído 4% na sexta-feira. A siderúrgica Posco registrou aumento de 2,8% em razão da notícia de que a empresa será fornecedora da DaimlerChrysler AG no segundo semestre. Os papéis da empresa caíram 8,5% no dia 5 de março, mas já registraram alta acumulada de 15% nos últimos cinco pregões. As ações da Samsung Electronics registraram alta de 2,7%. O mercado filipino seguiu a tendência de alta de sexta-feira e encerrou o dia com o índice PSE da Bolsa de Manila valorizando 0,8%, aos 3.124,96 pontos, em um pregão com forte volume de negociações. Os fundamentos continuam intactos, mas ?pode haver alguma correção, se não amanhã, na sessão seguinte. Os investidores podem estar mais inclinados a realizar lucros mais cedo? depois dos recentes tumultos no mercado, disse Spencer Yap, da BPI Securities AVP. ICTSI avançou 7,1%. Papéis de empresas ligadas ao setor imobiliário registraram alta em razão da expectativa de que as baixas taxas de juros ajudem a estimular a demanda. Megaworld subiu 3,3%. Banco de Oro registrou aumento de 1,8% em razão das boas perspectivas de faturamento, motivadas pela fusão com a Equitable PCI. A Bolsa de Sydney, na Austrália, subiu nesta segunda-feira, resultado que surpreendeu os traders em razão do baixo volume de negociações com o mercado de Melbourne fechado por causa de um feriado local. O índice S&P/ASX 200 subiu 60,8 pontos, ou 1%, o oitavo dia de alta, aos 5.891 pontos. BHP Billiton avançou 1,2% apesar da queda de 2,2% nos preços do cobre na London Metals Exchange na sexta-feira. A varejista Woolworths teve alta de 2,7% e Coca-Cola subiu 5,5%. A varejista de surfwear Billabong teve ganhos de 3%. Já Qantas caiu 1,5%. As altas nas bolsas asiáticas inspiraram investidores estrangeiros a programar compras de blue chips no mercado indonésio, fazendo com que o índice JSX Composto da Bolsa de Jacarta subisse 1,7%, fechando aos 1.794,52 pontos. Telkom subiu 2,2% devido a expectativas de alta nos dividendos de 2006; Bank Mandiri ganhou 5,2% após divulgar fortes lucros no ano passado, enquanto a mineradora de níquel Antam valorizou-se 5,7% por conta de expectativas de sólidos lucros em 2007 devido à alta de preço das commodities. Em um dia de fracos negócios, liderados pelos papéis de bancos, a Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, fechou estável em alta modesta de 0,2%, aos 672,36 pontos. Segundo analistas, os ganhos nos mercados asiáticos têm ajudado o índice SET a se manter em alta, mas fatores domésticos não favoráveis têm limitado os ganhos. "Muitos investidores aguardam maior clareza na política econômica a ser adotada pelo novo ministro das Finanças", disse um analista da KGI Securities. Siam Commercial Bank subiu 3%; Kasikornbank elevou-se 1,6%, Bank of Ayudhya ganhou 1,5%. Na Malásia, o índice composto de 100 blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur terminou a sessão em alta de 1,22%, aos 1.203,29 pontos. O índice Strait Times da Bolsa de Cingapura fechou 1,24% acima do encerramento de sexta-feira, aos 3.182,68 pontos. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

12 de março de 2007 | 07h24

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.