Bolsa de Buenos Aires sobe 0,93%

O mercado de ações da Argentina fechou com o índice Merval em alta de 16,05 pontos (0,93%), em 1.724,46 pontos. O Merval-25 subiu 0,82% e fechou em 1.690,88 pontos. O volume alcançou 123,9 milhões de pesos, dos quais 66,7 milhões de pesos corresponderam a transações com ações de companhias locais. Traders disseram que compras seletivas voltaram a determinar o comportamento do mercado. Nesta semana, as ações da siderúrgica Tenaris deixaram de estar no foco das atenções dos investidores, que passaram a buscar outras ações. "A recente volatilidade da Tenaris e o declínio no volume de transações com ações daquela empresa mostram que os investidores estão começando a procurar outras opções", comentou o analista Rafael Ber, da Argentine Research. As ações da Tenaris subiram 3,1%, com apenas 401 mil ações negociadas. As da Telecom Argentina avançaram 3,4%, ainda em reação à recomendação "overweight" feita no começo da semana pelos analistas da Morgan Stanley. As da Petrobras Energia Participaciones caíram 2,2%, com 2 milhões de ações negociadas; a queda foi atribuída à notícia de que a espanhola Repsol revisou suas reservas conhecidas de petróleo para baixo em 25%; boa parte dessa revisão diz respeito às reservas da empresa na Argentina. No mercado de câmbio, o peso fechou a 3,0575 por dólar, de 3,0500 por dólar ontem. O trader Carlos Lizer, da Puente Hermanos, disse que a demanda por dólares por parte dos bancos cresceu nos últimos dias, o que reduziu a necessidade de intervenção por parte do Banco Central argentino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.