Bolsa de Frankfurt cai 1,51%; Milão -1,12%

A Bolsa de Frankfurt fechou com o índice Dax-30 em baixa de 81,82 pontos (1,51%), para 5.349,02 pontos. Traders disseram que o mercado ampliou as perdas no final da sessão, o que pode ter ocorrido em virtude da melhora do índice de confiança do consumidor norte-americanos, interpretado por muitos como um sinal de novo aumento do juro nos EUA no curto prazo. Um fechamento abaixo dos 5.381 pontos poderá sinalizar uma continuação da tendência de baixa até os 5.251 pontos, disseram analistas. Os balanços das empresas norte-americanas vão estabelecer o tom da próxima semana, disse um analista, acrescentando que uma perspectiva desapontadora para 2006 poderá desencadear uma realização de lucro. Entre as blue chips, as ações da Infineon caíram 4,63%, depois da companhia ter anunciado um fraco resultado no último trimestre de 2005. Na próxima semana, também são esperados os balanços trimestrais da Siemens (-1,06%) e da SAP (-1,74%) e o dado de vendas da Altana (+0,07%). Na semana, o Dax acumulou uma desvalorização de 2,45%. Em Milão, o índice S&P/MIB caiu 405 pontos (1,12%) e fechou em 35.681 pontos, com os investidores realizando lucro antes do final de semana, diante dos fracos lucros divulgados por empresas americanas e nova alta dos preços do petróleo, disseram traders. "Hoje foi sexta-feira, portanto, tudo pode ser exagerado", disse um trader, observando que espera ver menos volatilidade na segunda-feira. Entre as blue chips, as ações da Fiat caíram 5,79%, depois que o Sanpaolo e o Monte dei Paschi venderam suas participações na montadora. As ações da Sanpaolo caíram 0,62% e as do Monte dei Paschi recuaram 0,44%. As ações da Fideuram fecharam em baixa de 4,05%. Na semana, o índice acumulou uma perda de 1,61%.

Agencia Estado,

20 de janeiro de 2006 | 16h45

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.