Bolsa de Londres tem queda de 0,48%; Paris - 0,08%

O índice FT-100, da Bolsa de Londres, fechou em queda de 27,1 pontos (0,48%), em 5.633,8 pontos. As ações da Vodafone caíram 2,69%; o crescimento do número de assinantes dos serviços de telefonia celular da empresa ficou dentro do que se previa, mas a Vodafone disse esperar um ritmo de crescimento menor no Reino Unido, na Alemanha e na Itália. As ações da mineradora BHP Billiton caíram 1,09%; embora sua produção de cobre, níquel, alumínio e gás liquefeito de petróleo tenha batido recordes no segundo semestre de 2005, a empresa está revisando para baixo suas projeções para o projeto de petróleo e gás Atlantis South, por causa dos efeitos dos furacões Katrina e Rita no Golfo do México. As ações do setor bancário caíram, devolvendo parte dos ganhos de ontem (Barclays -1,43%, Lloyds TSB -1,65%, Royal Bank of Scotland -1,67%). No setor químico, as ações do BOC Group subiram 21,11%, depois de a empresa rejeitar uma oferta de aquisição feita pela alemã Linde. As da editora de listas telefônicas Yell caíram 3,79%, depois de a Comissão de Concorrência do Reino Unido dizer que não há como remover os controles sobre os preços cobrados pela empresa por publicidade. Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 fechou em baixa de 3,67 pontos (0,08%), em 4.748,32 pontos. O mercado operou boa parte do pregão em alta, mas recuou no fim da tarde. Os investidores mostraram cautela antes de uma série de informes de resultados de empresas importantes. As ações da Air Liquide, do setor químico, subiram 3,65%, depois de a BOC britânica rejeitar uma oferta de aquisição feita pela alemã Linde. As da siderúrgica Arcelor avançaram 3,35%, depois de a empresa anunciar um acordo para a aquisição da canadense Dofasco por 3,95 bilhões, depois de a ThyssenKrupp, da Alemanha, desistir da disputa. As da Sanofi-Aventis caíram 1,73%, ainda em reação ao alerta feito ontem pela FDA norte-americana para efeitos colaterais do medicamento Ketek. Nesta quarta-feira, os investidores estarão atentos aos informes de resultados de empresas como Accor, STMicroelectronics e Galeries Lafayette.

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2006 | 16h19

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.