Bolsa de Madri sobe 0,13%; Lisboa cai 0,11%

A Bolsa de Madri fechou com o índice Ibex-35 em alta de 14,80 pontos (0,13%), para 11.038,00 pontos, com o mercado mantendo o suporte dos 11 mil pontos pela segunda sessão consecutiva, apesar da realização de lucro ocorrida pela manhã. Traders disseram que o mercado foi ajudado pela contínua alta das ações da Arcelor, impulsionadas por especulações de uma possível elevação da oferta da Mittal Steel. As ações da Arcelor subiram 4,31%. No setor bancário as ações do BBVA subiram 0,92%, ainda inspiradas pelo forte resultado financeiro obtido em 2005. As ações do SCH avançaram 0,09%. As ações da Altadis caíram 1,11%, pressionadas pelos temores de uma possível guerra de preços no setor de tabaco depois que a rival Phillip Morris reduziu os preços de seus produtos. As ações da Repsol fecharam em queda de 0,77% e foram as mais negociadas do dia, com o anúncio de corte das reservas ainda pesando sobre a ação. No setor de telecomunicações, as ações da Telefónica caíram 0,32%. Em Lisboa, o índice PSI-20 fechou em queda de 9,29 pontos (0,11%), para 8.772,04 pontos, pressionado pelas perdas das principais blue chips, disseram traders. As ações do Banco Comercial Português caíram 0,41% e as da Energias de Portugal ficaram estáveis, enquanto as da Portugal Telecom subiram 1,35%. As informações são da Dow Jones. (Suzi Katzumata)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.