Bolsa de Moscou cai 6,4% após problema com petróleo

Na primeira sessão de 2007, a Bolsa de Moscou fechou em baixa de 6,4%, aos 1.798 pontos, com as ações absorvendo a queda da semana passada dos preços do petróleo, as perdas adicionais da commodity hoje, além do imbróglio do país com a Bielo-Rússia. A Comissão Européia informou hoje que o fornecimento de petróleo para Alemanha, Eslováquia, Polônia, Hungria e República Checa está sendo reduzido por conta do corte das exportações russas do produto para a Bielo-Rússia. As ações das companhias petrolíferas despencaram, como as da Lukoil, que recuaram 9,3%, e as da Surgut, que cederam 9,2%. Mas blue chips (ações de primeira linha) de outros setores não escaparam, com a UES caindo 6,9% e a Gazprom, 5,4%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.