Bolsa de Moscou fecha em queda com tensões na Ucrânia

O índice Micex, da Bolsa de Moscou, encerrou em forte baixa de 1,7%, aos 1.423,78 pontos, após Kiev afirmar que a Rússia invadiu território ucraniano nesta quinta-feira, prejudicando esperanças de que uma solução diplomática pode ser encontrada para a crise em breve.

Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2014 | 14h09

Fatores geopolíticos continuam a ser o catalisador por trás de movimentos de mercado na Rússia. O primeiro-ministro da Ucrânia pediu aos países do Ocidente que congelem os bens da Rússia, o que levou imediatamente as ações para baixo. Os papéis do Sberbank terminaram em queda de 4,3%, da VTB cederam 3,6%. Os papéis da Gazprom perderam 1,3% e da Lukoil recuaram 0,6%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiabolsaMoscouquedaUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.