Bolsa de Nova York cai à espera da nova taxa de juros

Os investidores devem manter a máxima cautela hoje no mercado acionário de Nova York, deixando as ações oscilarem dentro de margens estreitas, antes da decisão do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) sobre os juros norte-americanos. Às 11h37, o índice Dow Jones recuava 0,17%, aos 11.260 pontos. O mercado já está pronto para um aperto de 0,25 ponto percentual da taxa dos juros dos EUA, de 4,50% para 4,75%, mas manterá a vigília por conta da expectativa quanto ao tom do comunicado que acompanha o anúncio sobre os juros. O encontro é o primeiro a ser conduzido por Ben Bernanke e deve culminar com a repetição dos mesmo termos usados no final do encontro anterior do Fed, em 31 de janeiro. As notícias do meio corporativo eram escassas e o petróleo era negociado em queda leve e não desviava as atenções do encontro do Fed. O contrato para maio cedia 0,36%, para US$ 64,03 por barril, na Nymex. A agenda de dados econômicos não tem nenhum destaque. Entre as notícias que podem influenciar os movimentos do dia estão o relatório do Citigroup, divulgado no fim de semana. O banco elevou a recomendação para várias empresas de commodities, incluindo a Alcan, a Phelps Dodge e a Rio Tinto. A elevação reflete uma mudança de opinião quanto ao níquel e ao cobre. O banco abandonou a avaliação negativa, em razão das perspectivas de crescimento econômico sincrônico, aos estoques estruturais apertados, à fraca adição de nova capacidade e às recorrentes suspensões operacionais. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.