Bolsa de Nova York opera sob efeito dos números da produção industrial

Produção industrial dos EUA contraiu 0,3% em janeiro, quando a expectativa dos economistas era uma expansão de 0,3%

14 de fevereiro de 2014 | 14h28

O mercado norte-americano de ações opera com os principais índices em direções divergentes, o Dow Jones e o S&P-500 em alta e o Nasdaq, que vinha tendo um desempenho melhor do que os demais nos dias anteriores, em baixa. As Bolsas abriram em baixa, em reação aos dados da produção industrial dos EUA em janeiro, mas se recuperaram depois da divulgação do índice de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan. Os dados do PIB da zona do euro no quarto trimestre também foram bem recebidos pelo mercado.

A produção industrial dos EUA teve uma contração de 0,3% em janeiro, quando a expectativa dos economistas era uma expansão de 0,3%; no setor de manufatura, a produção caiu 0,8% em janeiro. A taxa de utilização da capacidade industrial recuou para 78,5% em janeiro, de 78,9% em dezembro. O índice de sentimento do consumidor ficou em 81,2 na pesquisa preliminar de fevereiro - mesmo nível de janeiro, enquanto a expectativa era de 80,0. O PIB da zona do euro cresceu 0,3% no quarto trimestre, enquanto a expectativa era uma expansão de 0,2%.

Segundo o estrategista Jim Russell, do US Bank Wealth Management, a debilidade de alguns indicadores divulgados recentemente nos EUA resulta da severidade do inverno e é temporária. "Acreditamos que o mercado continuará a subir. Os dados do crescimento na Europa são bastante encorajadores, e estamos começando a ver alguns acordos de fusões e aquisições, que deverão fazer crescer o entusiasmo dos investidores", acrescentou.

Entre as ações de empresas que divulgaram resultados, os destaques são AIG (-2,8% há pouco), Campbell Soup (+4,1%) e Weight Watchers International (-25,4%).

Às 14h22 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 61 pontos (0,39%), para 16.089 pontos; o Nasdaq recuava 7 pontos (0,17%), para 4.233 pontos; o S&P-500 subia 3 pontos (0,18%), para 1.833 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.