Bolsa de NY cai com temor sobre inflação; petróleo sobe

Os índices referenciais do mercado acionário norte-americano estão em queda desde a abertura, repercutindo a divulgação de dados mostrando inflação acima da esperada para os consumidores norte-americanos, além de manifestarem decepção com as projeções da Hewlett-Packard para o atual trimestre. O Dow Jones cede 0,21%, a 12.759 pontos, mas se recupera da mínima de 12.707 pontos. O Nasdaq virou e sobe 0,01%, a 2.513 pontos, após ceder a 2.500 pontos mais cedo. O Escritório de Estatísticas do Departamento do Trabalho informou que o índice de preços ao consumidor (CPI) norte-americano subiu 0,2% em janeiro, acima do aumento de 0,1% esperado pelos analistas para o índice cheio. O núcleo, que exclui os preços da energia e de alimentos, subiu 0,3%, superando a previsão de alta de 0,2%. O petróleo para abril subia 1,26%, para US$ 59,57 por barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), alavancado por notícias sobre o fechamento do oleoduto da TePPCO Partners, vindo da Costa do Golfo dos EUA, que responde pelo escoamento de 240 mil barris de derivados por dia. A interrupção do fluxo ocorreu após a descoberta de um vazamento. Os investidores também se mantinham ansiosos quanto ao vencimento do prazo imposto pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas para que o Irã suspenda suas atividades de enriquecimento de urânio. O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, prometeu nesta quarta-feira dar seqüência ao programa nuclear de seu país e afirmou que seu povo não se curvará à intimidação do Ocidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.