Bolsa de NY encerra em alta pela 4ª vez consecutiva

O mercado norte-americano de ações fechou em alta pelo quarto pregão consecutivo, com o índice Dow Jones chegando ao fim do dia no nível mais alto desde 10 de maio (e apenas 100 pontos abaixo do nível daquele dia, que foi o mais alto dos últimos seis anos). O Nasdaq, que havia passado a acumular alta em 2006 ontem, fechou no nível mais alto desde 16 de maio. O S&P-500 também fechou no nível mais alto dos últimos quatro meses. "Não é uma surpresa ver as pessoas comprando ações, em comparação com outros investimentos. O petróleo, embora tenha interrompido sua seqüência de quedas hoje, teve uma alta modesta e ainda está significativamente abaixo das máximas recentes", comentou Bill Sutherland, diretor de pesquisa da Boenning & Scattergood. Ações As ações da Lehman Brothers subiram 3,00%, em reação a seu informe de resultados; as da Goldman Sachs, que haviam subido 4,8% ontem, depois da divulgação de seus resultados, avançaram mais 1,6% hoje. No setor de tecnologia, as ações da Google subiram 3,74% e fecharam a US$ 406,57, acima dos US$ 400 pela primeira vez desde julho. As ações da Hewlett-Packard caíram 1,49%, em reação ao informe de que a Promotoria Pública da Califórnia poderá apresentar denúncia criminal contra a empresa por causa do escândalo provocado com a revelação de que diretores estavam sendo espionados após vazamentos de informações. No setor farmacêutico, as ações da Merck cederam 2,51%, depois de um novo estudo revelar que o antiinflamatório Vioxx eleva os riscos de problemas renais; outro estudo diz que o risco de problemas cardíacos com o Vioxx começa logo nas primeiras doses do medicamento, e não no longo prazo, como a empresa vinha dizendo. No setor automotivo, as ações da Ford registraram ganho de 1,4%, após reportagem do Wall Street Journal segundo a qual o programa de reestruturação da empresa deverá incluir cortes de gastos com salários e benefícios do pessoal administrativo da ordem de 30%. Índices O índice Dow Jones fechou em alta de 45,23 pontos, ou 0,39%, em 11.543,32 pontos. A mínima foi em 11.476,12 pontos e a máxima em 11.565,57 pontos. O Nasdaq encerrou com ganho de 11,85 pontos, ou 0,53%, em 2.227,67 pontos, com mínima em 2.211,14 pontos e máxima em 2.229,18 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 4,96 pontos, ou 0,38%, para 1.318,07 pontos. O NYSE Composite, que inclui todas as ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York, avançou 34,38 pontos, ou 0,41%, para 8.382,70 pontos. O volume negociado na NYSE ficou em 1,670 bilhão de ações, de 1,805 bilhão ontem; 2.286 ações subiram, 1.045 caíram e 144 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume ficou em 1,890 bilhão de ações negociadas, de 2,050 bilhões ontem, com 1.911 ações fechando em alta e 1.089 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.