Bolsa de NY fecha em alta com ações de matérias-primas

Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam em alta, impulsionados pelo avanço dos papéis de empresas ligadas ao setor de matérias-primas após dados mostrarem que a atividade industrial na região de Nova York continua crescendo. Hoje o Federal Reserve de Nova York divulgou que seu índice de atividade industrial subiu para 11,92 em janeiro, de 9,89 em dezembro. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam uma leitura um pouco maior, de 12, mas operadores destacaram que o componente de novas encomendas do índice apresentou melhora significativa, saltando de 2,03 para 12,39.

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

18 de janeiro de 2011 | 19h20

O índice Dow Jones subiu 50,55 pontos, ou 0,43%, para 11.837,93 pontos. Os destaques entre os componentes do índice foram a Caterpillar, que fechou em alta de 2,84%, e a Boeing, que avançou 3,43% depois de anunciar que entregará seu primeiro 787 Dreamliner no terceiro trimestre. A IBM, cujas ações subiram 0,43%, anunciou depois do fechamento que obteve lucro de US$ 5,3 bilhões no quarto trimestre, ante US$ 4,8 bilhões em igual período do ano passado.

O Nasdaq teve ganho de 10,55 pontos, ou 0,38%, para 2.765,85 pontos, apesar de um declínio de 2,13% nos papéis da Apple, ainda em razão da notícia de que o executivo-chefe da empresa, Steve Jobs, vai tirar uma licença médica. A Apple deve divulgar seus resultados trimestrais ainda nesta terça-feira.

O S&P-500 subiu 1,78 ponto, ou 0,14%, para 1.295,02 pontos, puxado por componentes dos setores de energia e matérias-primas, como a Titanium Metals (+4,64%), a CF Industries Holdings (+2,13%) e a Alcoa (+1,88%), que também faz parte do índice Dow Jones.

As ações de bancos perderam força após o Citigroup divulgar mais cedo que obteve lucro líquido de US$ 1,3 bilhão no quarto trimestre de 2010. O resultado ficou abaixo das expectativas do mercado e os papéis da companhia fecharam em baixa de 6,43%. Também caíram Morgan Stanley (-0,79%) e Bank of America (-1,64%), entre outros.

A Delta Air Lines divulgou que obteve um lucro de US$ 19 milhões no quarto trimestre, mas o resultado também não agradou os investidores e as ações da companhia recuaram 8,22%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.